Yaris é o carro que menos desvaloriza no Brasil

MercadoNotíciasNovidades


Escrito por:

Compacto da Toyota perde apenas 7,1% após um ano de uso.

O Yaris foi o campeão geral com 7,1% de depreciação.

O Toyota Yaris é o carro 0 km que menos desvaloriza no mercado brasileiro depois de um ano de uso. Pelos sexto ano consecutivo, a Agência Autoinforme promoveu o estudo Maior Valor de Revenda, que cobriu o período entre agosto de 2018 e agosto de 2019. Com apenas 7,1% de depreciação, o compacto da Toyota foi o campeão geral das 17 categorias avaliadas.

O VW Up é o que menos perde entre os carros de entrada.

A pesquisa considerou 107 automóveis 0 km mais vendidos de 24 marcas. Seis modelos vencedores da sexta edição do estudo melhoram suas posições em comparação ao ano passado: Toyota Prius, Volkswagen Saveiro, Toyota Hilux, Chevrolet Prisma, Toyota Corolla e Toyota SW4. A variação positiva se deve, principalmente, pelo bom trabalho que as fabricantes vêm fazendo no quesito pós-vendas.

Na categoria monovolume/minivan,o Chevrolet Spin ficou na frente.

Segundo a Agência Autoinforme, a depreciação depende de vários fatores, como tamanho do carro, da rede de revendedores, cuidado que a montadora tem em relação ao pós-vendas, volume de venda e aceitação no mercado.

A Fiat Toro se deu bem no páreo com a Renault Oroch entre as picapes compactas.

O estudo Maior Valor de Revenda também considera os preços de fato cobrados no mercado e não os de tabela, nem sempre praticados. Dois modelos da Toyota se consagram como hexacampeões em suas categorias: Hilux e Corolla.

“Para evitar distorções, foram eliminados os modelos que passaram por modificações profundas nos últimos doze meses e que não atingiram 1.000 unidades vendidas no período”, explica Joel Leite, presidente da Agência Autoinforme. Confira os três primeiros colocados em cada uma das 17 categorias.

Hyundai Creta é o SUV de entrada que menos perde valor depois de um ano de uso.

Entrada

Volkswagen Up – 8,1%

Renault Kwid – 9,8%

Fiat Uno – 10,2%

 

Hatch compacto

Toyota Yaris – 7,1%

Chevrolet Onix – 7,9%

Hyundai HB20 – 8,7%

 

Hatch Médio

VW Golf – 12,1%

Chevrolet Cruze Sport6 – 14,5%

 

Hatch Premium

Mini Cooper – 11,2%

Mercedes Benz Classe A – 16,4%

 

Híbrido/elétrico

Toyota Prius – 11,2%

Volvo XC90 Hybrid – 12,2%

Volvo XC60 Hybrid – 13,3%

 

Monovolume/Minivan

Chevrolet Spin – 11,8%

Honda Fit – 12,9%

Citroën Aircross – 14%

 

Perua

VW Spacefox – 16%

Fiat Weekend – 19,2%

 

 

Picape pequena

VW Saveiro – 9,6%

Fiat Strada – 12,5%

Chevrolet Montana – 13,3%

 

Picape compacta

Fiat Toro – 12,2%

Renault Duster Oroch – 14,8%

 

Picape média

Toyota Hilux – 9,1%

Ford Ranger – 11,2%

Chevrolet S10 – 12,5%

 

Sedã de entrada

Chevrolet Prisma – 7,7%

Hyundai HB20 – 9%

Fiat Grand Siena – 9,7%

 

Sedã compacto

Honda City – 8,6%

VW Virtus – 9,5%

Chevrolet Cobalt – 9,8%

 

Sedã médio

Toyota Corolla – 9%

Honda Civic – 11,2%

Nissan Sentra – 12,2%

 

SUV de entrada

Hyundai Creta – 9,5%

Nissan Kicks – 10,4%

Honda HR-V – 11,6%

 

SUV compacto

Jeep Compass – 9,1%

Suzuki Vitara – 10,7%

Volvo XC40 – 11%

 

SUV médio

VW Tiguan – 9,4%

Chevrolet Equinox – 9,9%

Volvo XC60 – 10,4%

 

SUV grande

Toyota SW4 – 9%

Volvo XC90 – 10,4%

Chevrolet Trailblazer – 11,7%

 

Fotos

Créditos – Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *