Uso das cores aumenta autonomia de veículos elétricos

NotíciasNovidadesTecnologia


Escrito por:

Estudo revela que sensação térmica da cabine controlada pelas cores aumenta autonomia em até 3,3%.

Nos testes, as cores azul e vermelha modificam a sensação térmica dos passageiros.

Os veículos elétricos já são uma realidade, mas agora as fabricantes estudam possibilidades para deixá-los com autonomia cada vez maior. A Ford vem patrocinando pesquisas para saber se as cores ajudam a aumentar a distância percorrida com a carga completa da bateria, controlando a sensação térmica dos passageiros.

O estudo é realizado no Centro de Testes Ambientais da Ford, em Colônia (Alemanha) com o novo micro-ônibus elétrico Transit Smart Energy Concept, de 10 lugares. Usando a iluminação ambiente para fazer os passageiros se sentirem mais quentes (com luzes vermelhas) ou mais frios (luzes azuis), o veículo economiza energia na climatização. Essa energia é usada para elevar a autonomia de veículos elétricos.

Pesquisas do Laboratório Nacional de Energia Renovável dos Estados Unidos mostram que o ar-condicionado ligado reduz em até 50% a autonomia de veículos elétricos. Modelos de grande porte, como micro-ônibus, exigem mais energia para manter o conforto térmico dos passageiros.

“A exposição à cor é capaz de mudar o humor das pessoas de várias maneiras. Aqui, trata-se simplesmente de usar iluminação ambiente vermelha para fazer os passageiros se sentirem mais quentes e iluminação azul para se sentirem mais frias. Diminuir a carga do ar-condicionado representa uma boa diferença na autonomia”, afirma Lioba Muller, engenheira da área de arquitetura de veículos da Ford Europa.

Nos testes, os participantes simularam um dia de inverno a 0°C e de um de verão a 30°C. Em seguida, classificaram o nível de conforto térmico, enquanto o motorista monitorava a temperatura de todos os bancos por uma tela no console. Nos dois casos, o uso da cor na iluminação ambiente reduziu o consumo de energia em 3,3% na refrigeração e 2,5% no aquecimento.

A Transit Smart Energy Concept traz outras inovações para otimizar a energia: seis painéis solares no teto alimentam os sistemas elétricos de bordo, a recuperação de calor do sistema de tração estende em 20% a autonomia do veículo, janelas com vidros duplos ventilados para isolamento térmico, porta elétrica deslizante com abertura limitada para reduzir a perda de calor e um divisor de policarbonato na porta dos passageiros para limitar a perda térmica.

 

Foto

Crédito – Divulgação/Ford

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *