Seis destaques do Salão de Detroit

NotíciasSalões


Escrito por:

Mostra americana não tem mais a pujança de antes, mas ainda revela muitas novidades.

O Salão de Detroit é um dos mais tradicionais do mundo, mas já viveu tempos melhores, quando as novidades – fartas – eram apresentadas com espetáculos pirotécnicos. Hoje, os estandes da mostra americana estão mais modestos, mesmo assim, desvendam novidades e tendências importantes. Confira seis destaques do evento que receberá visitantes até o próximo dia 27.

Ford Shelby GT500

O novo Shelby GT500 chega ao mercado norte-americano no segundo semestre, juntando-se ao Shelby GT350. Com o exclusivo motor 5.2 supercharged de 700 cv, preparado pela divisão Ford Performance, ele se torna o Mustang de rua mais rápido de todos os tempos.

Kia Telluride

O Kia Telluride 2020 ostenta o título de maior SUV já desenvolvido pela marca. Para começo de conversa, ele pode transportar oito pessoas em três fileiras de bancos. Com lançamento previsto nos Estados Unidos no fim do ano, ele brigará com Chevrolet Traverse, Honda Pilot e Toyota Highlander. Segundo a Kia, os principais equipamentos de série serão aviso de mudança de faixa, head-up display, central multimídia com tela de 10 polegadas, câmera com visão 360º e sensores para detectar o movimento de crianças ou animais de estimação nas segunda e terceira fileiras. O motor será o 3.8 V6 de 295 cv de potência, em sincronia com a transmissão automática de 8 marchas.

Volkswagen Passat

Passat é um nome icônico da Volkswagen e, no Salão de Detroit, a montadora revelou a linha 2020 do sedã. As novidades estão no design — grade frontal maior e linha do teto inclinada – e no cockpit mais equipado, com direito à nova central multimídia com conexões Apple CarPlay, Android Auto e MirrorLink. O motor V6 aspirado recebeu um chega-pra-lá e foi substituído pelo 2.0 TSI de 176 cv. A lista de itens agrega ar-condicionado digital de duas zonas, sensores de chuva, ajuste elétrico para o banco do motorista, alerta de colisão iminente e frenagem autônoma de emergência.

Cadillac XT6

A General Motors anunciou na mostra americana que a Cadillac será a divisão de veículos elétricos e autônomos da marca. Mas não é o que acontece com o Cadillac XT6 2020, SUV de grande porte que terá, entre os rivais, Audi Q7 e Volvo XC90. Ele é equipado com o motor 3.6 V6 de 314 cv e possui câmbio automático de 9 marchas e tração integral. O XT6 traz alerta de colisão frontal com frenagem de emergência automática, monitoramento de pontos cegos, controle de velocidade adaptável, câmera 360º e head-up display.

Nissan IMs

O conceito Nissan IMs nasceu para criar um segmento totalmente novo, que a marca chama de “sedã esportivo elevado e eletrificado”. A tração do IMs consiste em dois motores elétricos (dianteiro e traseiro) e uma bateria de recarga rápida de 115 kWh, que entrega 483 cv e tem autonomia de 610 km, comparável a automóveis com motor a combustão. O resultado é o equilíbrio de peso dianteiro-traseiro, ótima tração sobre superfícies lisas e excelente desempenho nas curvas.

Lexus RC-F Track Edition

A Lexus – marca que pertence à Toyota – mostrou a renovação do modelo RC-F e aproveitou para exibir também a versão especial RC-F Track Edition. A parte mecânica passou por várias alterações a fim de melhorar o desempenho. Um exemplo é a suspensão, que ganhou peças de alumínio. O carro continua com o motor 5.0 V8, porém, algumas mudanças aumentaram a potência. O carro acelera de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos.

Fotos

Créditos – Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *