Mustang ganha versão SUV Mach-E

NotíciasNovidadesNovidades


Escrito por:

SUV elétrico da Ford chega ao mercado americano no fim de 2020.

Na dianteira, o capô elevado tem vincos salientes.

O puro-sangue, quem diria, virou utilitário esportivo. A Ford apresentou o Mustang Mach-E, SUV elétrico que carrega o DNA do superesportivo da marca. Trata-se da primeira variação do Mustang em seus 55 anos de existência.

Bill Ford, presidente do Conselho da Ford, lembra que no primeiro Salão de Detroit, Henry Ford revelou que estava trabalhando em algo cujo impacto seria o de um raio. “Era o Modelo T. Agora, a Ford se orgulha de novamente apresentar um carro com a potência de um raio: o Mustang Mach-E elétrico. Um modelo para a nova geração de fãs do Mustang”, afirma.

O Mustang Mach-E chega ao mercado norte-americano no fim de 2020, com as opções de bateria padrão ou de longo alcance e tração traseira ou nas quatro rodas, acionada por motores de ímã permanente. Com bateria de longo alcance e tração traseira, o Mach-E terá autonomia de 480 km. Já na versão com tração integral a potência estimada é de 336 cv e torque de 57 kgfm.

A Ford oferecerá também duas versões especiais de performance do SUV elétrico. O Mustang Mach-E GT acelera de 0 a 100 km/h em menos de quatro segundos e o GT Performance Edition gasta meros três segundos. Os dois entregam 465 cv e torque de 84,6 kgfm.

“O Mustang Mach-E contraria a definição de que os veículos elétricos são bons apenas para reduzir o consumo de combustível”, decreta Hau Thai-Tang, diretor de desenvolvimento do produto da Ford. “As pessoas querem um carro lindo e emocionante de dirigir. O Mustang Mach-E é assim, além de ter um estilo incomparável.”

As lanternas de três barras foram herdadas do esportivo Mustang.

O SUV elétrico terá uma edição inicial limitada, a First Edition, com tração integral, autonomia estendida e detalhes de estilo diferenciados, como pinças de freio pintadas de vermelho.

O Mustang Mach-E tem três modos de direção com nomes curiosos: Whisper (Sussurro), Engage (Engajado) e Unbridled (Desenfreado). Segundo a Ford, cada qual possui dinâmica de direção diferente para proporcionar uma experiência única.

Os recursos permitem personalizar as respostas do veículo, como controles de direção mais esportivos, iluminação ambiente, sons ajustados e animações no painel que acompanham o estilo de dirigir do motorista.

Como opcional, o Mustang Mach-E dispõe de um novo sistema de tração nas quatro rodas (eAWD), que distribui o torque nos eixos dianteiro e traseiro de forma independente. O sistema aumenta o controle em condições escorregadias, em terreno molhado e na neve. O modelo é o primeiro veículo de série tunado pela equipe da Ford Performance, usando o simulador de corrida da fabricante.

O Mach-E estreia a central multimídia Sync de nova geração, com interface mais moderna, simples e que “conhece” rapidamente as preferências do motorista. Um exemplo: o Sync pode sugerir que o usuário vá a academia na segunda-feira, se ele aprender que esse é o dia de ele treinar.

Embora tenha configuração de SUV, o Mach-E é instantaneamente reconhecido como Mustang, graças a elementos de estilo como o capô longo, o design da traseira e as lanternas de três barras.

O SUV elétrico da Ford foi projetado para acomodar cinco adultos e o porta-malas acomoda 821 litros, capacidade que aumenta para 1.687 litros com o banco traseiro rebatido.

Entrar e dar partida é fácil com a tecnologia “Phone as a Key” (telefone como chave), que estreia na linha Ford. Por meio do Bluetooth, o veículo detecta o smartphone do motorista quando ele se aproxima e destrava o Mach-E, permitindo que comece a dirigir sem precisar tirar o celular do bolso ou usar a chave.

 

Fotos

Créditos – Divulgação/Ford

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *