GM lança segunda geração do Onix sem aumentar preços

LançamentosNotíciasNovidades


Escrito por:

Versão sedã Onix Plus já está a venda e a hatch chega ao mercado em novembro.

 

A nova grade dianteira é repartida em duas partes.

Lançar a nova geração de um automóvel sem acrescentar um centavo sequer no valor é uma atitude ousada. Foi o que fez a General Motors com o Onix, o carro mais vendido do Brasil. Ele está maior, mais refinado e traz wifi nativo, a exemplo do que acontece com o Chevrolet Cruze.

Os valores do hatch partem de R$ 48.490 na versão 1.0 manual e chegam a R$ 69.990 na Premier 1.0 turbo e com câmbio automático. A GM também apresentou o Onix Plus, nova denominação da configuração sedã, que custa entre R$ 54.990 e R$ 73.190.

A lanterna da traseira tem desenho moderno.

O Onix Plus, por sinal, desembarcou mais cedo nas concessionárias, em setembro. O hatch estreia no mercado somente em novembro. Os dois receberam as versões LT, LTZ e a mais sofisticada Premier. O sedã agora está com 4,47 m de comprimento e 1,74 m de largura, respectivamente 19,4 cm e 4 cm maior em relação ao antecessor Prisma. A distância entre-eixos também cresceu 7,2 cm e foi para 2,60 m.

O design dianteiro ostenta a grade dividida em duas partes. A de baixo é maior para otimizar a refrigeração do motor e a de cima, mais estreita, acompanha o contorno do conjunto óptico. Na versão Premier, as luzes de condução diurnas em forma de L contornam a base do para-choque.

O porta-malas do Onix Plus acomoda 460 litros.

Na traseira, o Onix Plus diferencia-se do irmão hatch nas lanternas bipartidas, que se estendem até a tampa do porta malas. O novo formato da carroceria criou avanços adicionais, como o melhor aproveitamento do porta-malas. As dobradiças foram deslocadas para as extremidades da tampa, permitindo a acomodação de objetos mais largos em um espaço de 460 litros.

Por dentro, o carro tem desenho inédito, volante com melhor empunhadura, regulagem de altura e de profundidade e tecla para limitar eletronicamente a velocidade. O quadro de instrumentos agrupa velocímetro e conta-giros de fácil leitura.

O acabamento do Onix está mais refinado.

Outro destaque é a nova geração da central multimídia MyLink. Com tela flutuante – tão na moda na indústria automotiva – é simples acessar s sistemas, entre eles, o do ar-condicionado digital com função de recirculação automática no Premier. É possível fazer o pareamento simultâneo por Bluetooth de até dois celulares. O multimídia é compatível com os sistemas Android Auto e Apple CarPay.

O novo Onix é capaz de identificar o motorista pela presença da chave eletrônica, permitindo o destravamento da porta e o acionamento da ignição por botão. Antes mesmo de embarcar, você pode ligar a climatização da cabine pelo aplicativo. O wifi do carro se conecta automaticamente ao smartphone do usuário, que indica o melhor caminho a seguir.

A versão hatch chegará às concessionárias em novembro.

Em caso de acidente mais grave, o carro “avisa” uma central 24 horas para envio de resgate. Na hora de estacionar, é só apertar um botão que acionará sensores ultrassônicos para calcular a manobra. A câmera de ré projeta o panorama traseiro e o volante esterça sozinho.

Outra novidade é o My Chevrolet App, que aumenta a interação entre usuário e veículo. Pelo aplicativo, dá para consultar informações do computador de bordo, como o nível de combustível, a vida útil do óleo, o hodômetro e a pressão de cada pneu.

Na traseira, as lanternas se diferenciam da versão sedã.

Fazem parte da lista de itens de série airbags frontais, laterais e de cortina, controles eletrônicos de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampa, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, Isofix para fixar cadeirinhas infantis e alerta de não afivelamento dos cintos.

A segunda geração do Onix chega como um motor novo de três cilindros, nas configurações 1.0 aspirado (82 cv) e 1.0 turbo (116 cv). Abastecido com gasolina, o Onix Plus com transmissão manual roda, em média, 17 km/l na estrada e 13,7 km/l na cidade. Os números com etanol são 12,2 km/l e 9,6 km/l, respectivamente.

 

Fotos

Créditos – Divulgação/General Motors

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *