GM e LG se unem para fabricar células de bateria

NotíciasNoticias AutomotivasNovidades


Escrito por:

Nova joint venture de GM e LG produzirá baterias para veículos elétricos.

A joint venture produzirá células de bateria para os futuros carros elétricos da GM.

Não são apenas as montadoras que estão empenhadas no desenvolvimento dos veículos elétricos. Empresas de tecnologia e eletroeletrônicos também querem entrar nesse filão da mobilidade do futuro. A General Motors e a LG divulgaram planos para produzir células de bateria em massa destinada aos automóveis com motorização eletrificada. As duas pretendem investir um total de US$ 2,3 bilhões através de uma nova joint venture.

A joint venture de GM e LG contará com uma fábrica de montagem de células de bateria em Ohio (EUA), abrindo mais de 1.100 postos de trabalho. As instalações utilizarão avançados processos de produção, a fim de garantir máxima eficiência e economia de recursos por conta da produção em grande escala. Segundo a GM, a unidade será flexível e capaz de se adaptar à contínua evolução tecnológica.

O anúncio, aliado à recente venda do complexo de produção da GM em Ohio para a Lordstown Motors – que fabricará caminhões elétricos –, posiciona a região como importante centro de tecnologia e produção de veículos elétricos.

“Com esse investimento, vamos desempenhar papel fundamental na direção de um mundo com emissão zero de poluentes”, afirma Mary Barra, presidente e CEO da GM. “A combinação de nossa experiência em processos produtivos com a alta tecnologia das células de bateria da LG vai acelerar a busca por um futuro totalmente elétrico.”

Por seu lado, a LG ganhará força de trabalho experiente e se beneficiará de um fluxo de produção dedicado aos futuros veículos elétricos da GM, incluindo um caminhão totalmente novo, que será lançado em 2021. “A joint venture de GM e LG levará ao crescimento do mercado norte-americano de carros elétricos e nos fornecerá informações relevantes sobre o ecossistema desse tipo de veículo”, destaca Hak-Cheol Shin, vice-presidente da LG.

A parceria faz parte da injeção de recursos de US$ 28 milhões que a GM aplicará em seu laboratório de baterias em Michigan, anunciado no fim de 2019. O projeto agrega investimentos na manufatura de Ohio divulgado no início do ano, totalizando aproximadamente US$ 700 milhões que criarão cerca de 450 empregos.

 

Foto
Crédito – Divulgação/General Motors

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *