BMW 320i reestilizado será feito no Brasil

LançamentosNotíciasNovidades


Escrito por:

Sétima geração do sedã premium custa a partir de R$ 196.000.

Na dianteira do BMW320i, faróis, grades e capô têm novo design.

O acréscimo de uma simples letra no nome de um sedã premium é capaz de exercer um fascínio especial sobre os fãs. É como aquele ingrediente mágico que ninguém vê, mas deixa o prato ainda mais suculento.

Isso acontece com o “i” que acompanha a denominação do novo BMW 320i e que significa que o modelo tem motor a gasolina. Inicialmente, ele chega ao Brasil importado da Alemanha a partir de R$ 196.000.

Ainda neste ano, porém, começa a ser fabricado nas instalações da BMW em Araquari (SC) — onde já são produzidas as versões 330i Sport e 330i M Sport, lançadas no início de 2019.

Atrás, o desenho do sedã é limpo, sem grandes intervenções estéticas.

O BMW 320i dispara a 240 km de velocidade máxima graças ao motor turbo 2.0, quatro cilindros em linha e 184 cv de potência entre 5.000 e 6.500 rpm. Essa usina de força está alinhada ao câmbio automático de oito marchas e tração traseira. A aceleração de 0 a 100 km/h é completada em 7,1 segundos.

O sedã premium é o automóvel mais vendido da história da BMW e sua sétima geração foi revelada no Salão do Automóvel de São Paulo no ano passado. Com mudanças profundas, o novo BMW 320i está maior, tem visual reformulado e farto nível de equipamentos de tecnologia, segurança e comportamento dinâmico.

Por R$ 196.000, o BMW 320i traz uma série de equipamentos de série.

Entre os itens presentes no BMW320i, destaque para os faróis de LED, sistemas Parking Assistant e Reversing Assist (que refaz em marcha ré os últimos 50 metros percorridos pelo carro), ar-condicionado digital de três zonas e BMW ConnectedDrive, tecnologia que fornece dados de trânsito em tempo real, serviço de alerta de manutenção de componentes e chamada de emergência inteligente.

Não é só: o Assistente Pessoal Inteligente BMW integra o novo sistema operacional BMW 7.0 e é acionado por comando de voz com a saudação “Olá, BMW”, dito pelo usuário em português. O dispositivo foi testado e desenvolvido pela engenharia da empresa no Brasil em parceria com a equipe global, sediada na Alemanha.

Além de útil, o dispositivo deixa o carro bem mais charmoso – assim como o singelo “i” adornando seu nome.

 

Fotos

Créditos – Divulgação/BMW

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *