Avaliação: JAC iEV 20

LançamentosNotíciasNovidades


Escrito por:

Veículo elétrico da JAC é compacto, gostoso de dirigir e custa R$ 125.000

Com 3,77 m, o modelo é ágil na cidade e fácil de estacionar.

A JAC Motors ousou no mercado brasileiro ao apresentar, numa só tacada, todos os modelos elétricos da família iEV, composta por iEV 20, iEV 40, iEV 60 e pela picape iEV 330P. O que custa menos é o compacto iEV 20 (R$ 124.900).

AUTOLINE avaliou por cinco dias o JAC iEV 20, equipado com motor elétrico com bateria de 41 Kwh, que pode gerar o equivalente a 68 cv de potência e torque de 21,9 kgfm, obtidos logo que o carro é colocado em movimento.

O veículo elétrico da JAC se adequa muito bem à proposta de veículo urbano. Com 3,77 m de cumprimento e 1,68 m de largura, ele mostra agilidade no trânsito e é fácil de estacionar em vagas menores. A distância entre-eixos de 2,40 m limita o espaço para quem senta no banco traseiro. Se o motorista for alto o passageiro que se acomodar atrás dele precisará encolher as pernas. O desconforto será inevitável.

O JAC iEV 20 é bem equipado, mas não espere tanto conforto dele.

Isso faz parte do jogo de ter na garagem um automóvel minúsculo. O porta-malas também é pequeno, podendo levar apenas 121 litros. Esqueça grandes malas, até porque o iEV 20 não nasceu para longas viagens da família. Para não roubar ainda mais espaço do compartimento de bagagem, o estepe fica preso na parte de trás do carro.

Apesar das restrições de espaço, o Iev 20 é gostoso de ser conduzido e oferece três modos de dirigir: low (que limita a velocidade a 63 km/h), electric ou sport. A opção pelas duas últimas fará a autonomia do carro diminuir um pouco.

Aliás, a autonomia anunciada de 400 km com a bateria totalmente carregada não se confirmou no dia a dia. Sempre andando no modo low, o veículo elétrico da JAC chegou perto de 250 km na avaliação – mesmo com o sistema de regeneração da bateria que entra em ação ao se pisar no pedal do freio ou quando o carro está numa descida.

Uma das maneiras de alimentar o iEV 20 é usando o cabo (que sai por R$ 4.000) em uma tomada doméstica de 220V. Nem tente fazer isso em uma de 110V, porque ela não puxa energia suficiente.

O estepe vai preso na tampa do porta-malas.

Pagar R$ 125.000 por um veículo elétrico compacto ainda é um ato de coragem para quem não tem dinheiro sobrando na conta, mas a JAC Motors afirma que o custo elevado vai se amortizando na manutenção barata. Segundo a marca chinesa, os gastos de revisões até 60.000 km são de aproximadamente R$ 650, uma vez que o carro dispensa itens como filtros, radiador, velas e correias.

Outro argumento para defender o preço do carro é o nível de equipamentos. O iEV 20 vem com sensores e câmera de estacionamento traseiro, faróis de neblina, encosto de cabeça para todos os ocupantes, sistema Isofix para travar cadeirinha de criança, ar-condicionado automático, bancos de couro, direção assistida, sistema start-stop, central multimídia, assistente de partida em rampa, volante multifunção e limitador automático de velocidade.

 

Fotos

Créditos – Divulgação/JAC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *