7 destaques do Salão de Frankfurt

NotíciasNovidadesSalões


Escrito por:

Veículos elétricos roubam a cena da famosa mostra alemã.

 

O Salão de Frankfurt (Alemanha), um dos mais importantes do mundo, está com as portas abertas até o próximo dia 22 e vem se caracterizando pela quantidade de veículos elétricos apresentados ao público. Toda a energia gerada por esses carros certamente seria capaz de iluminar muitas cidadezinhas alemãs. Não tem jeito: os automóveis movidos a bateria são um caminho sem volta.

Eles são ferramentas essenciais para o futuro da mobilidade urbana, mas também são as soluções das fabricantes que precisam se adequar à rigorosa legislação europeia contra as emissões de poluentes. Mesmo assim, Frankfurt também teve muito espaço para novidades com motor a combustão. Confira sete destaques da mostra alemã.

 

Volkswagen ID.3

Ser o Fusca dos veículos elétricos. Essa é a proposta do ID.3, que contou com a participação de brasileiros em seu desenvolvimento. Primeiro modelo totalmente elétrico feito na plataforma MEB, o ID.3 traz o motor na sua parte inferior, com as baterias instaladas sob o assoalho, elevando a altura da carroceria. Para harmonizar esse efeito e garantir eficiência aerodinâmica, a Volkswagen instalou rodas maiores, de 20 polegadas, spoiler alongado e para-choques dianteiros e traseiros projetados para auxiliarem na baixa resistência ao vento.

 

Honda e

O Honda e faz parte do compromisso da marca japonesa de vender na Europa 100% de seus carros com propulsão elétrica até 2025. Com design extremamente simples, o Honda e quer atender às necessidades do estilo de vida urbano, com tecnologias integradas e dinâmica de condução eficientes. Câmeras substituem espelhos retrovisores, fornecendo imagens ao vivo para duas telas de seis polegadas dentro do veículo e no interior, o painel digital composto por cinco telas de última geração realça a moderna cabine. O Honda e será equipado com motores elétricos de 100 kW (136 cv) ou 113kW (154 cv), com autonomia de 220 km.

 

Mini Cooper SE

A maior atração da Mini no Salão de Frankfurt é o Cooper SE, primeiro veículo puramente elétrico da marca. Para diferenciá-lo dos modelos convencionais, uma faixa na grade e os retrovisores são pintados de amarelo, mesma cor de um filete da roda. A potência do motor elétrico do Mini Cooper SE é equivalente a 184 cv, levando o carro a acelerar de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e alcançar velocidade máxima de 150 km/h. Segundo a Mini, a bateria de íon de lítio é completamente carrega em três horas e meia.

 

BMW Concept 4

O Salão de Frankfurt foi o evento escolhido pela BMW para apresentar o carro conceito Concept 4, cupê com design muito atraente. A parte frontal, por exemplo, tem o capô bem alongado e recebeu a tradicional grade de duplo rim numa posição mais vertical, remetendo aos lendários automóveis clássicos da BMW, como os cupês 328 e 3.0 CSi. O Concept 4 antecipa como será o novo BMW Série 4, mas a montadora alemã não revelou nenhum detalhe técnico do modelo.

 

Mercedes-Benz Vision EQS

O Mercedes-Benz Vision EQS reflete o conceito do futuro dos sedãs elétricos premium da marca. Segundo a Mercedes, a sustentabilidade de seus veículos é um elemento primordial e, ao mesmo tempo, uma das condições para o sucesso dos negócios da Mercedes a partir de agora. As baterias do Vision EQS geram quase 480 cv de potência. Ele faz a aceleração de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos e passa dos 200 km/h de velocidade máxima. A autonomia do sedã de luxo é de 700 km.

 

Audi AI: Trail

A Audi apresentou o AI: Trail, conceito de estilo fora de estrada, com design heterodoxo e agressivo. Ele possui quatro motores elétricos, tração integral e sistemas autônomos. Com 4,15 m de comprimento, 2,15 m de largura e 1,67 m de altura, o AI: Trail é capaz de superar áreas alagadas com até meio metro de profundidade. O modelo traz estribos retráteis, que ajudam a carregar o rack de teto, e para-lamas horizontais que mostram a suspensão em ação. O modelo é nível 4 de automação, ou seja, se movimenta sem a intervenção do motorista, embora ele precise interagir com o sistema em terrenos fora de estrada. A autonomia vai de 400 a 500 km em estradas ou no off-road leve e 250 km em trechos mais acidentados,  que demandam mais energia.

 

 

Land Rover Defender

O Salão de Frankfurt foi o palco do ressurgimento do maior ícone da Land Rover: o Defender. A silhueta faz lembrar as versões anteriores, mas uma série de evoluções tecnológicas foram incorporadas. O novo Defender chega nas versões S, SE, HSE, First Edition e o top de linha Defender X. Por dentro, o piso emborrachado é durável e evita estragos resultantes das aventuras diárias. Ele será oferecido com quatro opções de motor, duas a diesel e duas a gasolina. Todas são equipadas com o sistema Stop/Start inteligente, que auxilia na economia de combustível. O Land Rover Defender desembarca no Brasil em 2020.

 

Fotos

Créditos – Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *