12ª geração do Corolla traz versão híbrida flex

LançamentosNotíciasNovidades


Escrito por:

Toyota Corolla 2020 também tem novo motor 2.0.

Na dianteira, agrade estreita une os faróis.

A Toyota já atende o público que busca um automóvel híbrido com o Prius. Isso não a impediu de ousar. A marca acaba de lançar o seu modelo mais vendido no Brasil – o sedã médio Corolla 2020 – também com motorização híbrida. A novidade não para por aí: o motor a combustão é flex e não só a gasolina.

Além do motor híbrido flex 1.8 de 101 cv, a 12ª geração do Toyota Corolla oferece o novo 2.0 Dynamic Force de 177 cv, com câmbio CVT de 10 marchas e injeção direta. O sedã chega nas versões GLi, XEi e Altis, a única que recebeu o motor convencional e o híbrido.

Para desenvolver o novo Corolla, a marca japonesa investiu R$ 1 bilhão em sua fábrica de Indaiatuba (SP) e R$ 600 milhões na unidade de Porto Feliz (SP), responsável pela produção do motor flex 2.0 Dynamic Force.

A traseira tem a inscrição na versão híbrida.

Feito sobre a nova plataforma GA-C, o Corolla 2020 passa a ter centro de gravidade mais baixo, aumentando a aerodinâmica. Na frente, a grade dianteira em forma trapezoidal está abaixo de uma grade afilada, que conecta os faróis.

Os faróis com regulagem de altura e sistema automático de iluminação são halógenos nas versões GLi e XEi, complementados pelas luzes diurnas em LED colocadas abaixo da linha cromada que percorre toda a frente do carro. No topo de linha Altis, os faróis são de LED.

A 12ª geração do Corolla mede 4,63 m de comprimento (10 mm maior em relação à geração anterior), 1,78 m de largura (5 mm a mais) e 1,55 m de altura (20 mm menor). A distância entre-eixos manteve-se em 2,70 m e o porta-malas de 470 litros também não  sofreu modificações.

Os faróis foram redesenhados e estão mais modernos.

Se as mudanças externas do Corolla 2020 foram sutis, por dentro a renovação é geral. O volante multifunção tem acabamento de couro e possui aletas para troca de marcha nas versões XEi e Altis com motor 2.0 Dynamic Force.

O painel de instrumentos nas versões com motor 2.0 Dynamic Force possui três mostradores: um circular no centro, que mostra velocímetro e nível de combustível; um semicircular do lado esquerdo, que exibe conta-giros e termômetro do motor; e uma tela colorida de 4,2 polegadas do lado direito, que traz computador de bordo com informações como indicador de marcha, consumo de combustível, hodômetro e autonomia.

Já a versão Altis híbrida ganhou tela colorida de 7 polegadas digital no centro do painel, exibindo o velocímetro e informações do computador de bordo. Enquanto o semicírculo do lado esquerdo indica o sistema híbrido, no direito é possível visualizar a informação de combustível e temperatura do motor.

As principais mudanças do Corolla estão na parte interna.

Uma das grandes novidades do Corolla é o teto solar elétrico de série na versão Altis 2.0 Dynamic Force e opcional na híbrida. Desde a versão de entrada GLi, o modelo dispõe de ar-condicionado manual e ar quente, banco do motorista com regulagem para seis ajustes (altura, distância e inclinação), banco do passageiro dianteiro com regulagem manual para quatro ajustes (distância e inclinação), direção eletroassistida progressiva, computador de bordo, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico e central multimídia com tela de 8 polegadas e compatível com Apple Car Play e Android Auto.

Em itens de segurança, o novo Corolla é equipado com sete airbags, câmera de ré com linhas de distância com projeção na tela da central multimídia, sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis, controles de estabilidade e tração e assistente de partida em rampa.

O motor híbrido gera 101 cv de potência.

A versão XEi acrescenta ar-condicionado automático, controle de velocidade de cruzeiro, sistema de destravamento das portas por sensores na chave, sistema de partida por botão e faróis de neblina dianteiros em LED. Já a versão Altis adiciona alerta de mudança de faixa, controle de velocidade de cruzeiro adaptativo e assistente de pré-colisão.

Os dois carros da versão Altis têm o mesmo preço (R$ 124.990, mas se o comprador quiser deixar o híbrido com o mesmo padrão de equipamentos do 2.0 flex, então deverá desembolsar mais R$ 6.000.

O Corolla 2020 hibrido possui sistema de freios regenerativos, que acumula a energia gerada pelas frenagens e a transforma em energia elétrica, alimentando a bateria. Segundo a Toyota, o Corolla híbrido roda 14,5 km/l na estrada e 16,3 km/l na cidade quando abastecido com gasolina. Com etanol, o modelo faz 9,9 km/l e 10,9 km/l, respectivamente.

Veja os preços das versões da 12ª geração do Toyota Corolla:

GLi 2.0 Dynamic Force: R$ 99.990

XEi 2.0 Dynamic Force: R$ 110.990

Altis 2.0 Dynamic Force: R$ 124.990

Altis 1.8 híbrido flex: R$ 124.990 (mais R$ 6.000 pelo pacote de equipamentos)

 

Fotos

Créditos: Divulgação/Toyota

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *